O  vereador Raimundo Mendes, que é presidente do Partido da Mulher Brasileira emitiu Nota de Solidariedade, em nome da legenda, à deputada federal Zenaide Maia, em virtude da punição que ela sofreu por desobedecer à decisão de seu partido (PR) e votar contrário à PEC 241.

A nota aponta a pena aplicada à Zenaide como injusta, discriminatória e antidemocrática. Ao fim da nota, o PMB se mostra interessado em agregar a deputada à sua legenda.